Mãe sem manual, de Rita Lisauskas

É um livro para ser lido por todos que desejam serem mães, ou até mesmo para aqueles que gostariam de ter mais conhecimento sobre assuntos relacionados à maternidade. Vale lembrar também que esta é a segunda postagem que faz parte do tema do mês de junho e julho. Clique aqui e saiba mais!

“Nenhuma mãe nasce mãe, mas ela é educada a vida inteira para ser mãe. Nenhum pai nasce pai, mas os meninos são desestimulados a vida inteira a se transformar em pais. Não podem brincar de boneca, nem de casinha, nunca puderam lavar a própria roupa ou tirar um prato da mesa, como esperar que eles entendam no futuro o que é uma vida a dois?”

Título: Mãe sem manual
Autora: Rita Lisauskas
Gênero:
Páginas: 112
Editora: Belas Letras
Avaliação: 
*Livro cedido em parceria com a editora

Mãe sem manual aborda diversas experiências da mãe e jornalista Rita Lisauskas, desde o planejamento da gravidez até a rotina com o bebê. Ele não ensina a trocar fraldas ou como colocar a criança para dormir, muito pelo contrário. Conta como é ser mãe e todas as dificuldades por traz disso.

Preciso confessar, foi o primeiro livro do gênero que li. Iniciei a leitura um pouco ressabiada, com aquelas certezas que não será uma boa leitura. Novamente, cai do cavalo. Como isso tem acontecido!
Este me trouxe muitas informações, tirou dúvidas e acrescentou muito a minha bagagem. E tudo isso só foi possível por que o estilo da autora é totalmente cativante.

Rita possui uma escrita leve e engraçada, em diversos momentos você confunde a leitura com um papo entre amigas. Além de contar suas histórias, ela também buscou informar, pois a obra reúne inúmeros fatos sobre o pré-natal, cesárea, amamentação e conta até com uma lista de vacinas.

Sobre o trabalho da editora Belas Letras há apenas uma palavra que pode definir: impecável. O livro é lindo do começo ao fim! Com capa dura, ilustrações ao início de todos os capítulos, e também ao longo dele, uma diagramação e revisão perfeitos. Não tem o que reclamar.

A obra é basicamente o que o título diz, um anti manual que procura explicar como esta fase pode ser maravilhosa e mágica, mas que ao mesmo tempo é difícil. Livro recomendado para aqueles que procuram algo leve e obrigação na lista de leituras para as mães de primeira viagem.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.